VITRINE LITERÁRIA: OS TRABALHADORES DO MAR

Os Trabalhadores do Mar, de Victor Hugo, com a célebre tradução de Machado de Assis, é a minha primeira leitura de 2021. Juntamente com O Corcunda de Notre-Dame e Os Miseráveis, que retratam os dogmas da fé e a sociedade, respectivamente, e que já estão na minha lista na sequência, este livro fala da relação do homem com a natureza interna e externa, criando uma espécie de trilogia de um dos mais fantásticos autores da literatura mundial.

Os trabalhadores do Mar conta a história de Gilliat, um jovem rejeitado pela comunidade onde vive, que se apaixona por Déruchette, a bela sobrinha do armador Lethierry. Para conquistar a jovem, Gilliat enfrenta uma batalha com a natureza para recuperar o motor do navio naufragado de Lethierry. Uma história linda e envolvente de superação, amor e coragem.

Em tempo: Não tenho gatos, mas se algum dia eu tiver uma gata ela se chamará Déruchette. Poderosa, muito poderosa…

Forte abraço!
Leandro Bertoldo Silva.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s