VOCÊ TEM TODA RAZÃO EM NÃO GOSTAR DE LER! PONTO. FINAL? NEM TANTO… SAIBA COMO DEIXAR DE SER UM “LEITOR DE ESCOLA” E CONHEÇA 10 HÁBITOS PODEROSOS QUE FARÃO DE VOCÊ UM LEITOR VERDADEIRO

Unhappy - Happy

Por Leandro Bertoldo Silva

Você já passou por essa situação?

O dia da prova está chegando e você ainda nem começou a ler o livro.

Você finalmente vai à biblioteca e descobre que todos os livros já estão emprestados.

Para piorar, a prova vale 10 pontos…

 Pois é, vamos falar de leitura.

Mas calma! Não estou falando da leitura que você pensa ou, infelizmente, está acostumado, ou seja, essa leitura obrigatória, maçante da escola que o professor te obrigou para fazer uma prova. Fala a verdade: Ou você passa por isso ou já passou… E hoje, salvo um milagre, você tem horror a ler!

Aliás, deixe-me falar uma coisa: se este é o seu caso, você tem toda razão em não gostar de ler!

Estudos comprovam que 44% da população brasileira não lê e 30% nunca comprou um livro.

Ou seja, embora o índice de leitura no Brasil, segundo a fonte de pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, publicada no ESTADÃO, em sua 4º edição, tenha alcançado uma ligeira melhora de 2011 para cá (afinal, em 2011 os leitores representavam 50% da população e até 2016 atingimos 56%), o que dá, mais ou menos, uma média de 4 livros por ano, isso ainda é pouco.

O que isso significa?

Que, teoricamente, um pouco mais da metade dos leitores desse artigo já pararam de lê-lo… (rsrsrsr) Ponto. Final? Nem tanto… Calma lá! Há salvação!

“Teoricamente” porque uma boa notícia é que de 2011 para cá, aumentou o número de leitores na faixa etária entre 18 e 24 anos de 53% para 67%. Isso é fantástico! Talvez os motivos sejam o boom da literatura para este público. Nunca se leu tanto como agora em plataformas e redes sociais específicas. Isso é realmente bom. Agora, quanto a qualidade dessas leituras, bem, isso fica para um outro artigo…

Por hora, continue lendo para saber mais sobre:

  • Por que nunca se deve dar “provas de livro” nas escolas?
  • Por que ler NÃO é chato e que isso é uma coisa que, definitivamente, FOI feita para você?
  • E um presente… Saiba como deixar de ser um “leitor de escola” e conheça 10 hábitos poderosos que farão de você um leitor verdadeiro.

Se você se identificou, aproveite para enviar este artigo para um amigo ou amiga que, às vezes, como você, também passa pelos mesmos questionamentos. Ao final dele, você entenderá como pode ser mágico o mundo da leitura.

POR QUE NUNCA SE DEVE DAR “PROVAS DE LIVRO” NAS ESCOLAS?

amor

Eu também sofri, e muito, com isso. Sofri tanto que quando me tornei professor, a primeira coisa que decidi foi: “NUNCA darei uma prova de livro na minha vida!” E sabe por quê? Porque essa é uma das razões que mais destroem leitores no mundo, fazendo com que eles tomem horror ao que poderia ser extremamente prazeroso.

Todo mundo nasce gostando de livros! Isso é, portanto, natural. Dê um livro a uma criança de colo e observe o prazer, a curiosidade, o encantamento que ela fica. “Ah, mas ela está encantada são com as gravuras, os desenhos…”

E quem disse que lemos só palavras?

Elas virão a seu tempo, acompanhadas do gosto das imagens, quando passamos a perceber que existe algo a mais que complementam e até ultrapassam aquelas cores e formas.

Infelizmente, sinto em dizer que o que lhe faltou foi um professor ou professora para lhe estender a mão e o conduzir a um mundo mágico e não a um mundo de terror – por mais que lhe apresentasse livros de bruxas e monstros – de provas e notas.

Literatura não é disciplina, pelo menos não deveria ser. Por quê? Lembra-se da pesquisa? Pois vamos a outros dados que todo professor deveria conhecer:

Entre as principais motivações para ler um livro, entre os que se consideram leitores, estão gosto (25%), atualização cultural (19%), distração (15%), motivos religiosos (11%), crescimento pessoal (10%), exigência escolar… (7%)!

Ou seja, a atual (e quase unânime) forma de “obrigar” uma pessoa a ler na escola para fazer prova, é um verdadeiro “tiro no pé”. É preciso entender, de uma vez por todas, que literatura não é disciplina escolar; literatura é ARTE e é como ARTE que deveríamos lê-la.

Há muitas maneiras de avaliar uma leitura que não a temida e “Inútil” prova. Sim, Inútil mesmo, com I Maiúsculo! Mas em outra oportunidade, menciono aqui algumas ações que testei e obtive muito sucesso com meus alunos e leitores, ações que ficaram na memória, principalmente deles, e o resultado foi “resgatar” alguns leitores perdidos que “achavam” que não gostavam de ler.

POR QUE LER NÃO É CHATO E POR QUE ISSO É UMA COISA QUE, DEFINITIVAMENTE, FOI FEITA PARA VOCÊ?

Em meio a todo esse senário, só há uma forma de resolver a questão:

É preciso “discutir a relação”.

imagem3

A boa notícia é que sim, é possível mudar a sua relação com os livros e com a leitura; a má notícia (pelo menos para a grande maioria das pessoas) é que você vai ter que querer… E isso demandará força de vontade, amor e compromisso.

Acontece, que muitas são as pessoas que querem colher novos frutos, mas não estão dispostas a abrir mão das velhas sementes, ou seja, querem mágica! Aí, meu amigo e minha amiga, é melhor desistir antes mesmo de começar… Não estou sendo duro, estou sendo realista. Colhemos o que plantamos!

MAS VOCÊ É UMA PESSOA QUE QUER COLHER NOVOS FRUTOS E SABE QUE EXISTE DENTRO DE VOCÊ UM LEITOR EM POTENCIAL!

Sabe e quer libertar este leitor, ou mesmo acariciá-lo ainda mais e descobrir novos hábitos, novas formas de ler, de se envolver com as páginas e com as letras. Um destes é o seu caso? Viva! É só começar…

Veja, abaixo, algumas dicas bem úteis que funcionam muito comigo, pode ser que funcione com você também, e se souber de outras que venham complementá-las, não excite em compartilhar, comentar, divulgar. Saiba que você pode estar resgatando outros leitores…

10 HÁBITOS PODEROSOS QUE FARÃO DE VOCÊ UM LEITOR VERDADEIRO
 Dica # 1 – Identifique o que você gosta

200160567-001

Esse é o PRIMEIRO passo! Identificar o que você gosta, vai fazer você ler com mais interesse, com mais vontade. A lista de opções é imensa: romance, biografia, contos, espiritualidade, fantasia… E lembre-se: PERMITA-SE GOSTAR! Conheço muitas pessoas que falavam que não gostavam de ler, tinham preguiça, mas que quando se davam a oportunidade de forma realmente entregue, só paravam de ler ao término da última página… O segredo é só começar!

Dica # 2 – Visite uma biblioteca ou livraria

le-calmon-01

Se você já entrou em uma livraria sabe do que estou falando! Se não, experimente! O clima é altamente favorável, com muitos livros à disposição. Hoje, muitas investem no bem-estar e permitem que você folheie os livros e até leia-os, além de servir café, chá, sucos… Mas há também as bibliotecas municipais e de bairros que disponibilizam os livros e você nem precisa pagar por eles. O importante é estar entre eles!

Dica # 3 – Crie um espaço de leitura

cadeira-mar

O espaço é muito importante, afinal, você não vai querer ler em um ambiente barulhento, desorganizado… Encontre um local que seja limpo, iluminado, confortável. Pode ser que você gosta de ler na rede, ou mesmo debaixo de uma árvore no quintal ou no banco da praça, quem sabe à beira mar… Eu, quando criança, gostava de ler em cima da árvore… Só você saberá o que lhe agrada mais. No sofá da sala também é bom. Seja onde for, o importante é que você o prepare e se prepara para isso, sem televisão ou qualquer coisa que venha atrapalhar sua atenção.

Dica # 4 – Descubra o seu horário

estudante7-jpg

Todos nós temos um horário mais propício à leitura, seja por questão de tempo e trabalho, seja por questão até mesmo fisiológica. Alguns preferem ler à noite, outros de manhã. Isso vai depender da sua disponibilidade. O importante é que, dentro do tempo disponível, não importa se muito ou pouco, você o obedeça e leia. Verá que, gradativamente, você vai querer ler mais e mais…

Dica # 5 – Converse sobre os seus livros

137704894_large

Conversar sobre o que você está lendo com amigos, professores e familiares fará você aprimorar o seu gosto pelos livros – eu garanto! Esse é um hábito saudável que aumenta e massageia a sua autoestima, além de estreitar laços de amizades e, por que não, criar novos amigos que, como você, também lê, aumentando o seu círculo de convívio, além de trocar sugestões de leituras. Para este tópico específico, conheça aqui neste blog a Vivência online Novos Leitores, uma vivência literária 100% gratuita. É só clicar AQUI.

Dica # 6 – Leia a contracapa e as orelhas do livro

download

Nestes locais está a essência do livro sem que ela seja inteiramente desvendada. É o primeiro contato que temos com o que vai ser lido e com o autor do mesmo. Se o assunto lhe agradar, vá em frente; se não, abra outros e se divirta nessa procura.

Dica # 7 – Pesquise sobre o autor ou autora e descubra sobre sua época e sua história

2014-10-31-il-7-autores-fora-dhoras-mia-couto-carminho-luio-onassis-e-lotus-fever-a-31-10-2014-99

Essa é uma dica que eu sempre dou. Pesquisar sobre o autor e sua época, além de aumentar a sua cultura e conhecimento, irá fazer você entender melhor a obra, pois saberá o porquê de muitas passagens, estilo de escrita e relacioná-los ao contexto histórico, fazendo você absorver muito mais o conteúdo da história.

Dica # 8 – comece devagar, sem pressa, curtindo o que está fazendo

livros-emagrecer

A melhor coisa é estar sempre sentindo prazer na leitura. Para isso, se você ainda não tem este hábito e costume, comece devagar… Não inicie com autores muito complexos; eles chegarão ao seu tempo. Comece com pequenas histórias e vá aumentando, aos poucos, o seu repertório. Lembre-se: Tem que valer a pena! Ler é prazer.

Dica # 9 – Ande sempre com o seu livro e, na hora de dormir, deixe-o na cabeceira da cama perto de você.

3-bolsa-livro-n_zpsadca60a2

Andar sempre com o livro irá fazer você se habituar a ele. Mesmo na era tecnológica de hoje, que você pode ter centenas de livros em um aplicativo de celular, experimente andar com um livro físico em sua bolsa, mochila, enfim. Quando estiver na fila de um banco, naquela horinha da sobremesa em um restaurante e em outros momentos, pegue seu livro, abra e leia. Verá que começará a ter outra relação de proximidade com ele, além de massagear também o seu ego, pois as pessoas o olharão como pessoa culta e polida. E não se esqueça de, na hora de dormir, colocá-lo perto de você, afinal, ele já vai ter se tornado seu grande amigo.

Dica # 10 – Faça anotações sobre a sua leitura e, no final, indique-a a um amigo.

cr-dentro-casa-livros-adolescentes-d-732x412

Fazer anotações sobre o que você lê favorece a compreensão e a interpretação, além de fazer você ficar mais íntimo com o livro e o que ele está te contando… Indicar uma leitura, além de ser um ato altruísta, demonstra sua cultura e cidadania. O país necessita de mais leitores e uma ação puxa a outra. Essa é uma corrente que vale a pena!

E então, gostou das dicas? Espero que elas tenham sido úteis para melhorar a sua vida leitora e que tenha se conscientizado de que ler é um prazer altamente possível de alcançar.

Você conhece alguém que adoraria receber essas dicas?

 Então faça um favor para ela (e para mim) e compartilhe esse artigo.

Você pode compartilhá-lo no facebook, Twitter, Goggle+ ou até mesmo copiar a URL desse artigo e enviar para quem é importante para você.

E, para finalizar, eu adoraria saber a sua opinião sobre esse artigo.

Deixe um comentário logo abaixo sobre o que você mais gostou, ou sobre alguma dica que não esteja aqui e você deseja compartilhar ou até mesmo alguma crítica sobre esse texto.

Ah, e não se esqueça: agora é a melhor hora para você criar uma nova relação e comprometimento com a sua leitura.

Há um mundo inteiro a ser desvendado pelas páginas dos livros…

Permita-se!

Boas leituras…

8 SITES SOBRE LITERATURA QUE VOCÊ DEVE CONHECER PARA ONTEM

coaching

Por Leandro Bertoldo Silva

Você está ávido por conteúdos literários. Sabe que seu tempo é escasso, pois está em seu horário de almoço, e gostaria de encontrar rapidamente sites que realmente valessem a pena.

Mas…

Ao buscar no google, uma centena deles aparecem em sua pesquisa. E agora, o que fazer?

Você abre logo o primeiro, afinal deve ser bom, mas não é bem aquilo que esperava…

Você então vai para o segundo, terceiro, quarto… E o resultado é sempre o mesmo, e você não tem mais tempo…

Isso já aconteceu com você? Comigo muitas vezes!

Por isso, resolvi listar aqui no blog  8 SITES DE LITERATURA QUE VOCÊ DEVE CONHECER PARA ONTEM!

Ah, uma coisa!

Eu poderia simplesmente pegar aqueles mais procurados. Mas sabe por que eu não faço isso? Primeiro, porque nem sempre os mais procurados ou famosos são os melhores. Isso é um mito. Existem muitas pérolas escondidas dentro de muitas ostras “comuns”, que, às vezes, não contam com um mar assim “tão recheado” de recursos… Segundo, porque quis fazer uma lista daquilo que eu realmente conheço e uso.

Mas devo lhe dizer uma coisa…

Não sei se estes sites são os melhores, mas os caras mandam muito bem! 😉

Vamos lá!

# 1 – Clube de Autoreshttps://www.clubedeautores.com.br

clube_autores_logo_alta

Se você é escritor e sonha em publicar o seu livro em alta qualidade, com segurança e confiança, você precisa conhecer este site! Uma grande porta de acesso para escritores. A maior comunidade de autopublicação da América Latina. O Clube de Autores é o primeiro site brasileiro que permite a publicação de livros de forma 100% sob demanda. Nele, o autor é o verdadeiro “dono” do seu trabalho, determinando quanto deseja ganhar por venda e disponibilizando seu livro na loja sem pagar absolutamente nada por isso. Conheço o que estou dizendo, pois meu primeiro livro publicado – Entrelinhas Contos mínimos – foi publicado pelo Clube, e você pode conferir clicando AQUI!

# 2 – Academia de Letras de Teófilo Otoni – http://letrasto.com/

academiadeletrasdeteofilootoni

Site da Academia de Letras de Teófilo Otoni/MG, fundada em 20 de dezembro de 2002. O site conta a rica história da arte literária de Teófilo Otoni e região dos Vales do Mucuri e Jequitinhonha, além de trazer, entre outras informações, o espaço do escritor com obras literárias contemporâneas produzidas por seus membros titulares e correspondentes. Uma rica oportunidade de se inteirar do que é produzido nesta belíssima região de Minas Gerais.

# 3 – Estante virtualhttps://www.estantevirtual.com.br

 

facebook

Site específico para leitores. Um dos maiores portais de compra e venda de livros novos, seminovos e usados do Brasil. A Estante Virtual conecta milhares de vendedores para, juntos, oferecerem a maior diversidade literária para todos os tipos de leitores. Valoriza o consumo consciente e, desde 2005, já venderam mais de 16 milhões de livros. Os preços dos livros são extremamente em conta e a qualidade dos mesmos é incrível.

# 4 – Tag Literáriowww.taglivros.com

10464379_1594016357491514_6126916344911063848_n-1

Um mimo de site! Um clube online de assinatura de livros, em que o assinante recebe todos os meses, mediante pagamento, um kit cuidadosamente preparado com um livro acompanhado por uma revista literária e de outros materiais exclusivos. A cada mês, a Tag conversa com alguma referência do cenário cultural para recomendar o livro que será enviado aos associados.

# 5 – Ler é criar asas – http://bit.ly/2jWBEce

youtube-344106_960_720

Não é bem um site, mas um canal no youtube que tem como intuito divulgar o trabalho do Educador e Contador de Histórias Paulo Fernandes que, além de contar histórias, realiza, semanalmente, uma indicação de leitura para crianças. Já são mais de 6 mil visualizações e mais de 98 livros indicados, que agora, em fevereiro, completará 2 anos ininterruptos de indicações aos domingos, em parceria com a Editora Ática!

 # 6 – Recanto das Letrashttps://www.recantodasletras.com.br

recanto-das-letras

O Recanto das Letras é uma comunidade com milhares de escritores que publicam, diariamente, poesias, crônicas, contos, frases, pensamentos, haicais e outros gêneros literários, compartilhando-os gratuitamente. Todas as pessoas podem ler e contribuir com seus próprios textos, sendo um excelente espaço de divulgação literária.

# 7 – Nota Terapia – http://notaterapia.com.br/

cropednota1

O Nota Terapia nasceu da ideia de compartilhar frases e citações preferidas de seus idealizadores Luísa Bertrami D’Angelo e Luiz Antonio Ribeiro, com todas e todos que são amantes dos livros. Também compartilha poesias, trechos de filmes, vídeos… No site você pode ver matérias literárias, frases, citações, poemas, dicas, resenhas, listas, vídeos e muito mais.

# 8 – Domínio Público – http://bit.ly/1cone9q

image

Não poderia terminar essa lista sem um dos sites mais úteis, e infelizmente pouco acessado, para quem procura por downloads de livros. Trata-se de um site governamental com uma imensa biblioteca virtual totalmente gratuita. O site foi criado em 2004 e, além de disponibilizar obras clássicas dos mais variados e importantes escritores brasileiros e mundiais, permite que pessoas sejam voluntárias traduzindo obras, cedendo direitos autorais e digitalizando obras.

E então, gostou da lista?

Você, certamente, conhece alguém que adoraria conhece-la também!

Então compartilhe esse artigo e deixe a literatura “navegar” por outros mares…

Ah, e se tiver alguma indicação, escreva aqui nos comentários para que eu procure conhecer e indicar aqui no blog! 😉

Um forte abraço!

O CORVO

rafaela-caires-o-corvo

Por Rafaela Caires

O célebre poema O Corvo, de Edgar Allan Poe, teve releituras escritas em diversos países e por diversos escritores renomados, entre eles Machado de Assis e Fernando Pessoa. Pois uma ex-aluna da Árvore das Letras, e agora colaboradora do blog – Rafaela Caires –, nos brinda com sua releitura cheia de alto teor poético de quem sabe o que escreve. Confiram!

hqdefault

Em certa noite gélida, solitária e sombria do mês de Dezembro, estava a ler alguns artigos sobre doutrinas de tempos transcorridos. Exausto, o sono estava quase a exercer total domínio sobre mim. Foi quando, subitamente, identifiquei um efeito sonoro que aparentemente representava alguém a bater sobre a minha porta, vagarosamente. Para mim era apenas isso e nada mais.

O ruído misterioso trouxe-me a imaginação de sombras fantasmais e, ainda, a lembrança de minha bela amada, que vivia nos céus e lá recebera o nome de Lenora, mas que nome aqui já não tem mais.

Manifestado pelo medo, imaginava mentalmente consistir em uma simples visita que solicitava abrigo em minha casa. Era apenas isso e nada mais.

Decidi praticar a ação de abrir a porta, mas antes disso, solicitei as desculpas do senhor ou senhora que lá fora estava, pois mal havia identificado as suas suaves batidas à porta. Mas ao observar a parte exterior do local, fui surpreendido pela escuridão da noite e nada mais.

the-crow-1-silhouette

Inicialmente, considerei aquela noite um verídico sinônimo de trevas, um medo cada vez mais agudo que exercia um controle sobre o meu ser. Naquele momento, apenas um nome ouvi: “Lenora”. Posteriormente, o eco repetiu-o também. Em seguida, silêncio e nada mais.

Retornei ao meu quarto e o ruído recomeçou ainda mais forte. Deduzi que estivesse na minha janela, pesquisei e constatei ser apenas o vento e nada mais.

dore3

Abri a janela e eis que, em desordem, um Corvo de eras ancestrais penetrou àquele ambiente. Sem notar meu susto, pousou sobre o busto de uma escultura de Minerva. Conservou-se ali, naquela região elevada e nada mais.

Ao observar a estranha e escura ave, obtive para mim um leve riso diante de toda a minha melancolia. Solicitei-lhe que não sentisse medo e pronunciasse o nome que apresentava nos ambientes infernais. E o Corvo disse: “Nunca mais”.

Maravilhou-me ter presenciado o claro pronunciamento de uma ave. Certamente, nenhum outro alguém já experimentou surpresa igual: a de encontrar uma ave em sua porta, com o nome de “Nunca mais”.

Além dessa frase, nada mais dissera. Encontrava-se ali inerte, enquanto a mágoa consumia-me lentamente. Certamente, assim como a esperança, ele iria embora. E disse o Corvo: “Nunca mais”.

Expressava repetidamente esta mesma frase. Deduzi que a tivesse aprendido através de um suposto dono que lhe gerou grande sofrimento. Sempre em posse da intensa repetição de: “Nunca, nunca, nunca mais”

A ave ainda obtinha o êxito de fazer-me sorrir, mesmo diante daquela intensa amargura. Girei-me sobre uma poltrona e de frente para ela, passei a questionar o seu secreto fim, o que realmente pretendia ao gritar sempre: “Nunca mais”.

dore5

Com o olhar fixo sobre mim, insistia em aplicar distintas deduções sobre a missão da ave à minha frente. Descansava-me sobre a almofada da poltrona de veludo e adormecia suavemente. Mas não repousaria, “Nunca mais”.

Repentinamente, o ar adotou um estado pacífico, perfumado, supliquei-lhe o esquecimento de Lenora; que levasse consigo essa mortífera lembrança.

Sem discernir o que verdadeiramente era, chamei-lhe de “Profeta” e questionei-o se veria Lenora no Éden da reencarnação. E o Corvo disse: “Nunca mais”.

Ordenei-o que partisse em direção de onde veio: à tempestade ou ao inferno; que levasse consigo todos os seus vestígios e retirasse de mim aquele sofrimento que estava a me consumir. E o Corvo disse: “Nunca mais”.

O Corvo junto a Lenora constituía a morte que veio com o intuito de buscar-me. Continuei a vê-lo para sempre. Aquela partícula que estava inclusa à sombra da minha alma, não me libertaria nunca mais!

hqdefault